CPI do BVA dá início à fase de depoimentos na segunda-feira

Vice-prefeito será ouvido em declarações, dia 9, às 16h, no Plenarinho da Câmara

bvaA Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga aplicações da Prefeitura no Banco BVA dá início segunda-feira (9) à fase de depoimentos. O primeiro a ser ouvido, segundo ofício expedido pela Comissão na quarta-feira (4), é o vice-prefeito de Indaiatuba, Antônio Carlos Pinheiro.

Conforme investiga a comissão, ele e o prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) assinam documentos que autorizaram as aplicações.

A primeira oitiva – nome que se dá ao procedimento de ouvir os envolvidos no caso – acontece no Auditório José Soliani, o Plenarinho da Câmara, dia 9, às 16h.

A decisão ocorreu durante a 5ª reunião da CPI, ocorrida segunda-feira (2), logo após à Sessão de Câmara, em que estiveram presentes os vereadores Luiz Carlos Chiaparine (presidente da CPI), Túlio José Tomass do Couto (relator), Bruno Arevalo Ganem, Carlos Alberto Rezende Lopes (Linho), Helton Antônio Ribeiro e Massao Kanesaki.

Calendário

A reunião de segunda-feira serviu para que os membros da Comissão definissem o primeiro calendário de oitivas. Como o prefeito de Indaiatuba permanecia de férias até a data da reunião, convencionaram, por decisão unânime, chamar o vice-prefeito.

“O prefeito Reinaldo Nogueira já garantiu que fala à CPI; apenas estávamos aguardando o fim das férias para podermos agendar uma data”, afirma Chiaparine, que preside a Comissão.

A próxima reunião do grupo definirá as datas das oitivas, que incluem, além do prefeito, o ex-secretário da Fazenda Marcelo Pigatto e três funcionários do Banco BVA.

Reinaldo e o ex-secretário serão ouvidos após a juntada de documentos requeridos pela comissão e as oitivas dos demais declarantes.

Fonte: Câmara Municipal de Indaiatuba
Fotografia : 
Rose Parra/ACS-CMI
Redação: Simone Santos – ACS/CMI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *